Época de chuvas: cuidado com a rede de esgotos e caixa de gordura – Agência Brasília

0
27
Época de chuvas: cuidado com a rede de esgotos e caixa de gordura – Agência Brasília
Época de chuvas: cuidado com a rede de esgotos e caixa de gordura – Agência Brasília

O período de estiagem começa a dar trégua neste início da primavera. Com isso, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) lembra que é proibido lançar água de chuva na rede de esgoto e aproveita para dar dicas sobre o uso adequado da caixa de gordura e evitar que haja extravasamento de resíduos da rede.

A Caesb realiza em todo o Distrito Federal um trabalho de orientação e fiscalização hidrossanitária com o objetivo de identificar problemas na rede de esgotamento sanitário. 

Só neste ano, de janeiro a setembro, foram realizados 10,7 mil atendimentos, como retirada de ligações da rede de águas pluviais à rede de esgoto e regularização de redes de esgotos e limpeza de caixa de gordura. Ao chegar às casas, os técnicos identificam os problemas e orientam os moradores de como resolver as pendências.

imagem10-10-2019-11-10-06
imagem10-10-2019-11-10-06

 Nos dias em que houver um volume excessivo de chuva, é preciso ficar atento pois qualquer ligação irregular de águas pluviais na rede de esgoto irá causar a obstrução ou até mesmo danificar a tubulação. 

A água da chuva não deve ser lançada na rede de esgotos. Quando isso acontece, ocorre o extravasamento e a contaminação da área atingida.

No caso de entupimento, poderá haver o retorno do esgoto pelos ralos e pias para dentro dos imóveis, pois o lixo prejudica o funcionamento da rede. Nunca jogue este tipo de lixo nas pias, ralos e vasos sanitários: 

óleo de cozinha; 

papel higiênico;

fraldas;

absorventes;

lâminas de barbear;

preservativos;

cotonetes;

cigarros;

remédios vencidos;

areia ou qualquer outro material sólido. Essas medidas simples evitam que o esgoto ou o mau cheiro retornem para dentro de seu imóvel.

Já no caso da água da chuva que escorre dos telhados ou pelas calhas, o ideal é lançá-la em direção às galerias de redes pluviais, preparadas para absorver o volume de chuvas sem danos (veja aqui o que acontece).

As caixas de gordura devem ser limpas periodicamente e o resíduo deve ser acondicionado em sacos plásticos e descartados no lixo. Essa gordura é lixo e não esgoto, portanto não pode ser descartado na rede da Caesb  (saiba mais aqui.)

 Como dispõe de redes de coleta de esgoto bastante extensas cobrindo praticamente todo o Distrito Federal (7.146 km de esgoto), a Caesb precisa ser comunicada para que desloque mais rapidamente uma equipe técnica de manutenção. 

Por isso, a ajuda da população é fundamental para evitar danos ao meio ambiente. Ao verificar o extravasamento de esgoto na rede, uma das opções é ligar diretamente para a Central de Atendimento da Caesb, pelo telefone 115. Outra alternativa é utilizar o aplicativo da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), disponível nos sistemas iOS e Android.

Em todas as opções, basta a pessoa comunicar o local do vazamento, informar que se trata de rede de esgoto e fornecer dados adicionais para facilitar o acesso rápido da manutenção. A Caesb mantém equipes prontas para realizar a desobstrução da rede de esgoto em 10 horas úteis, seguindo as normas da Resolução da Adasa nº 14/2011. 

Passo a passo

Acesso pelo app

– Clique em Vazamento na Rua.

– Aparecerá a mensagem “Toque por 1 segundo para marcar o local do vazamento no mapa”, clique em OK.

– Confirme a localização do vazamento no mapa. A marcação poderá ser feita à distância do local também.

– Se possível, inclua uma foto para auxiliar a equipe de manutenção.

– Selecione a opção vazamento de esgoto e informe seu nome, telefone para contato e um ponto de referência.

– Anote o número do protocolo para acompanhamento no aplicativo.

 

Central de Atendimento – telefone 115

– Ligue para o número 115 e clique na opção 0 (Emergência).

 

Fonte: agenciabrasilia.df.gov.br/2019/10/10/epoca-de-chuvas-cuidado-com-a-rede-de-esgotos-e-caixa-de-gordura

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade