Polícia Civil do DF aperfeiçoa atendimento em local de crimes violentos

0
213
Polícia Civil do DF aperfeiçoa atendimento em local de crimes violentos

A preservação de locais de crimes violentos é providência importante para a investigação criminal. Garantir que não haja qualquer alteração é função da Polícia Judiciária, conforme determinação legal. Essa proteção garante que os peritos criminais possam coletar vestígios que poderão ser essenciais no deslinde do caso.

Buscando o constante aperfeiçoamento dos trabalhos investigativos, a Polícia Civil do DF implantou o Plantão Extraordinário de Preservação de Local de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), composto por uma equipe quatro policiais civis, entre eles um delegado de polícia.

Com essa nova proposta, a investigação ganha mais agilidade e eficiência na elucidação de crimes como homicídio, latrocínio e lesão seguida de morte, uma vez que as equipes irão dar apoio às delegacias na execução dessa atividade até o término dos trabalhos dos peritos. “Essa medida visa assegurar a integridade da cena do crime, possibilitando o imediato trabalho de polícia investigativa”, afirma o diretor-geral da PCDF, Robson Cândido.

O plantão foi instituído por meio de Portaria nº 28/2019 – DGPC e obedece a um protocolo de padronização de procedimentos e, ainda, estabelece critérios para o melhor desempenho das atividades de investigação. O novo plantão, que já se inicia neste mês de abril, será integrado por servidores em regime de serviço voluntário e será prestado de forma ininterrupta, durante os finais de semana, a partir das 20h da sexta-feira, com término às 8h da segunda-feira. Cada equipe deverá cumprir jornada de 12 horas.

Os servidores policiais interessados em compor as equipes de preservação de locais de crimes violentos deverão concluir curso específico na Escola Superior de Polícia Civil. As equipes se apresentarão na sede do Centro Integrado de Operações de Brasília – CIOB, da Secretaria de Segurança Pública.

Divisão de Comunicação/DGPC
#PCDFAgora
#PCDFEmAção
FONTE: PCDF, excelência na investigação