Pastor da IEQ vira réu por crimes de abuso, assédio e estupro de menor


Pastor da IEQ vira réu por crimes de abuso, assédio e estupro de menor

Pastor Luiz Antônio e Lucas Abreu (Reprodução)

Nesta segunda-feira (12), o juiz responsável pelo caso que investiga o pastor Luiz Antônio da Silva e o seu filho Lucas Abreu, também pastor, aceitou as denúncias do Ministério Público de Sergipe.

O magistrado decidiu tornar o “pastor” Lucas Abreu como réu, oficialmente, pelas acusações de crime de abuso, assédio e estupro de menor de idade.

Agora, a Justiça de Sergipe avalia o caso do pastor Luiz Antônio da Silva, líder da Igreja do Evangelho Quadrangular no estado onde ele também está sendo acusado de várias práticas criminosas.

Vale lembrar que, ambos foram formalmente investigados em um inquérito policial, o qual apontou vários crimes sexuais. As denúncias começaram a surgir a partir de mulheres que foram vítimas dos pastores durante momentos de vulnerabilidade, em que buscavam auxílio e amparo espiritual na igreja.

Apoiadas pelo “Movimento Púlpito Reformado”, que doou suporte jurídico e psicológico às vítimas, o caso ganhou repercussão Estadual e Nacional, o que ajudou mais mulheres a denunciarem os “pastores”.

Ainda segundo alguns especialistas em casos criminais, se forem condenados, os acusados podem pegar até 15 anos de prisão pelos crimes cometidos.

Entenda mais sobre o caso, clique aqui.

 





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here