R) Secretarias se unem em combate à violência sexual – Agência Brasília

0
1014


A prevenção e o combate à violência sexual contra a mulher, o empoderamento feminino e a conscientização sobre esses temas são pautas de parceria concretizada entre as secretarias de Educação e da Mulher. As representantes das pastas, Hélvia Paranaguá e Ericka Filippelli, se reuniram nesta terça-feira (17) para debater projetos que visam a formação dos estudantes e professores da rede pública de ensino. O encontro ocorreu no gabinete da Secretaria de Educação.

As secretárias Hélvia Paranaguá, de Educação, e Ericka Filippelli, da Mulher, discutiram projetos na reunião que deu início à parceria, nesta terça-feira (17)  | Fotos: Mary Leal/Ascom/SEE-DF

“Vamos trabalhar com nossos estudantes a desconstrução do machismo e mostrar que as mulheres não precisam ficar em relacionamentos tóxicos. A vítima de violência hoje em dia foi nossa aluna no passado, por isso temos a oportunidade de reverter essa história”, reflete Hélvia Paranaguá, secretária de Educação.

“É importante estar com diálogo aberto com os estudantes para formação de uma consciência coletiva acerca dos abusos contra as mulheres”Ericka Filippelli, secretária da Mulher

Uma das ações tratadas é a ampliação de iniciativas como o Programa Maria da Penha Vai à Escola. A ideia é incentivar a ampliação das discussões, nas escolas, a respeito do combate à violência sexual contra a mulher por meio de projetos, atividades e capacitação. A parceria vai proporcionar a produção de vídeos educativos com a temática, especialmente voltados para os jovens matriculados no ensino médio.

A ideia de focar essa ação nos estudantes do ensino médio surgiu como uma opção de formação para um público da educação que não teve acesso ao início das atividades do Programa Maria da Penha Vai à Escola. O debate sobre o tema também seguirá com outras atividades destinadas para as demais séries.

A secretária da Mulher, Ericka Filippelli, destaca que a escola é um espaço de construção de vínculos. “É um momento de criação de relacionamentos, por isso é tão importante estar com diálogo aberto com os estudantes para formação de uma consciência coletiva acerca dos abusos contra as mulheres.”

A Secretaria de Educação também vai divulgar nas unidades escolares o Programa Jornada Zero Violência contra Mulheres e Meninas. A proposta é fortalecer a rede de enfrentamento à violência, mostrando os canais de denúncias disponíveis e órgãos de acompanhamento psicossocial, apoio e acolhimento das vítimas.

As secretarias pretendem, ainda, fazer formações para os servidores da educação sobre a temática, com o apoio da Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape).

*Com informações da Secretaria de Educação do DF



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here