Stellantis não descarta produzir irmãos do Novo C3 na Argentina

0
46
Stellantis não descarta produzir irmãos do Novo C3 na Argentina


O Novo C3 chega no próximo ano, embora seja um carro inteiramente pronto. A única questão que pode estar adiando sua chegada, além da falta de semicondutores é a motorização, uma vez que a Stellantis revelou ser necessário um período de pelo menos 18 meses de desenvolvimento e testes para alocar um novo propulsor.

Como aqui, diferente da Índia, o negócio é compartilhar o powertrain, o Novo C3 terá de esperar até a engenharia resolver a questão. Enquanto isso, a marca francesa explora outras possibilidades e uma delas é reforçar a produção argentina em El Palomar.

Federico Frascaroli , Diretor de Marketing da Citroën Argentina, deu uma entrevista durante o lançamento do C4 Cactus X-Series no país vizinho e comentou que a Stellantis não descarta a produção de outros membros do projeto C-Cubed em El Palomar.

No momento, apenas o Citroën Berlingo é feito no país e a marca do duplo chevron nunca chegou nesse nível de ter apenas um carro sendo feito por lá. Como se sabe, é claro, o fabricante parisiense é muito mais popular na Argentina que aqui, onde só chegou de fato nos anos 90.

Então, existe essa questão do prestígio da marca por lá, onde a Stellantis inclusive vende a DS Automobile, que retirou dos planos brasileiros. Assim como a Peugeot, os argentinos gostam de Citroën e ter produtos novos feitos por lá reforça os laços dos franceses com os hermanos.

A menção de que os produtos podem ser feitos em qualquer planta da Stellantis, feita por Frascaroli, apenas suaviza a questão, já que não pode ampliar o assunto, que é estratégico dentro do grupo. El Palomar, antes de Porto Real, recebeu investimentos para fazer a base CMP, padrão do C-Cubed.

Stellantis não descarta produzir irmãos do Novo C3 na Argentina

Então, diante do fato, podemos esperar que pelo menos um dos novos Citroën venha de lá. Sobre estes, sabe-se que é necessário um sucessor para o C4 Cactus e não será o Novo C4 europeu, embora a base seja a mesma. Terá de ser um projeto de baixo custo e ter outro SUV, mesmo que um SUV cupê de porte médio (o 376 da Fiat é compacto) seria interessante e não gera fogo amigo.

Já o terceiro membro poderia ser um sedã compacto de estilo, visto que o Cronos é bem compacto e nas marcas da Stellantis por aqui, não existem mais sedãs (C4 Lounge e 408 saíram de cena). Então, com a base CMP e um conceito de cupê quatro portas com porte de 4,49 m a 4,59 m (limite visto no projeto da CMP), com 2,65 m de base, seria interessante. Esperemos…

[Fonte: Autoblog Argentina]

AUTOMOTIVO





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here