Policiais civis prenderam duas pessoas suspeitas de crimes eleitorais em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Os suspeitos estavam de posse de material de campanha de um dos candidatos a prefeito do município, de dezenas de cestas básicas e de material para cadastramento de eleitores.

Os dois são também suspeitos de integrar uma milícia que controla a venda de gás, distribuição de água e venda de cestas básicas na comunidade da Malvina, no bairro de Vilar dos Teles, no mesmo município..

Um dos presos é agente de saúde da prefeitura de São João de Meriti. A ação, realizada ontem (25), foi coordenada pela força-tarefa da Polícia Civil para combate à milícia.

 

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta